Dia 13: Água — preservar ou pagar o preço da irresponsabilidade?

Pixabay

A história da nossa casa, o planeta terra, que remonta mais ou menos 4,5 bilhões de anos atrás, com todos os acontecimentos das eras que antecederam a jornada da humanidade, possui um elemento em comum sendo essencial a vida de todos e que existe em abundância em nosso ambiente, a água.

Porque abordamos isso? Simples resposta porém, com uma justificativa ou várias, de tristeza e indignação uma vez que, a degradação ambiental, poluição desenfreada e esgotamento das reservas hídricas que tem causado sérios danos à biodiversidade.

Um tema que está presente em todas as pautas dos fóruns e debates ambientais e que também, compete a nós essa parcela de responsabilidade principalmente, revendo os hábitos de consumo e desperdícios, o manejo e usos sustentáveis dos recursos naturais que podem contribuir para minimizar os danos.

A escassez dos reservatórios agravados com a falta de chuvas na época certa e na quantidade ideal, geraram uma série de impactos sociais, econômicos e ambientais e todos esses problemas e outros, criaram um alerta e formularam algumas hipóteses preocupantes quanto ao futuro da população na terra.

Enquanto buscamos uma solução e conscientização para este problema, seguimos desfrutando ainda com ressalvas as benesses e prazeres que água nos proporciona.

Ir à praia, um lago, um rio dentre as inúmeras belezas naturais que a água esteja presente é um exercício de bem estar que faz parte dos momentos de lazer, tão necessários para relaxarmos e socializar além disso, ajuda a combater o estresse e ansiedade, os grandes males deste século.

Falando em saúde física e mental, não poderíamos deixar de citar o combate às doenças e higiene pessoal, perda de peso, é indispensável para a alimentação e nos ajuda a performar satisfatoriamente.

A humanidade encontra-se num dilema atroz, no entanto, as soluções existem felizmente, e a tecnologia tem um papel primordial nisso, embora, o grande protagonista seja o ser humano.

Temos que mudar agora, usar nosso intelecto privilegiado para que atos inconsequentes da utilização desse recurso farto em nosso planeta não comprometa as gerações atuais e futuras.

Valeu Matheus de Souza pela provocação do desafio 21 dias de escrita!!!
#DesafioDoMatheus #escritacriativa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s