A importância das pessoas no sucesso da execução dos projetos nas empresas

As empresas durante a fase de implantação dos seus projetos, passam por vários processos internos de aderência, customização, mensuração e análise de resultados contudo, um aspecto determinante para a obtenção do êxito nessa empreitada é o treinamento constante e eficaz aliado ao comprometimento das pessoas dentro e fora das organizações.

A estrutura de negócio atual das empresas vivenciam o momento da indústria 4.0 e a sua transformação digital, onde o profissional deverá, adequar-se as mais diversas exigências para atender a demanda por resultados diários em ambientes competitivos que na maioria dos casos, o padrão de equidade não existe e isso, pode se tornar um entrave quando pensamos em alta produtividade e lucros advindos dos esforços da mão de obra, afinal de contas, as empresas nascem com a proposta de maximizar lucro, o detalhe é que elas são constituídas de pessoas que estando desmotivadas e sem reconhecimento, podem, devido a baixa produtividade apresentada, causar prejuízo independente da automatização do segmento.

A integração e o capital humano

A velocidade cada vez mais alucinante como pensamos e obtemos as respostas, percorre um caminho integrado com todos os setores da organização e empresas parceiras desta forma, aumentar a performance conectando pessoas, é a melhor opção, estas por sua vez, interagem colaborativamente resultando em insights valiosos.

Uma vez analisados e lapidados com ferramentas específicas e feeling apurado dos profissionais especializados, podem gerar excelentes resultados. Comprovados e constatados, os resultados, dê acordo com o programa de cada empresa, devem ser transformados em benefícios para as pessoas numa forma de motivar e reconhecer a importância do ser humano na empresa, alô RH!

Definição de sucesso e visão de futuro

Os valores e objetivos nos projetos devem ser claros e alinhados com a filosofia da empresa, devendo estar integrados ao programa de comunicação interna, por conseguinte, os colaboradores ficariam cientes da importância das definições para a continuidade do plano bem como, o atingimento da meta.

É nesse momento que a visão de futuro deve estar bem interiorizada, bem clara e alta em todos os envolvidos inclusive, para dirimir as dúvidas, desvios e mudanças, isto será uma constante durante a condução do projeto.

Portanto, ao planejarmos uma solução concreta pretendendo alcançar resultados, deveremos primeiro escolher as pessoas certas para a empreitada assim, haverá uma garantia real de sucesso mesmo, admitindo mover um ou outro participante durante o cronograma.

Desenvolvimento e autoconhecimento

Algumas competências são imprescindíveis para se destacar em qualquer área, seja corporativa ou pessoal ainda mais, em tempos de valorização das soft skills onde o equilíbrio emocional em situações extremas, ser autêntico, ter um perfil de liderança e habilidade resiliente devem ser praticados sem contraindicações.

O indivíduo que tiver um forte viés autodidata poderá se valorizar em qualquer tipo de tarefa isto não quer dizer, que deveremos desprezar o script desenvolvido na implantação do projeto mas, pensar de maneira disruptiva e criativa para solucionar um problema e mesmo sugerir algo inovador que possa contribuir para acelerar o projeto.

Atualmente a adoção do Agile e Scrumdentro do ambiente de projetos tem ajudado nesse sentido. O autoconhecimento deve ser um hábito em qualquer esfera da vida, principalmente no âmbito profissional onde passamos a maior parte do tempo.

Capacitação constante

A empresa deve prover ao colaborador sendo novato ou não, ferramentas e meios para o desenvolvimento das suas habilidades laborais e técnicas bem como adotar o programa de job rotation para acelerar a integração e proporcionar uma visão macro da organização esteja este, alocado em algum projeto em andamento ou desempenhando uma atividade de rotina.

A manutenção profissional e mentoria são primordiais para manter e elevar a performance das pessoas no ambiente de trabalho pois, as pessoas ao reconhecerem o interesse da empresa em seu desenvolvimento, retribuirão com motivação e empenho. É uma equação onde o produto final, invariavelmente, gera vantagens competitivas.

Porque não ser o protagonista?

Quando mencionei desenvolvimento e autoconhecimento nesse artigo, aprendi com as situações vivenciadas no universo business o quanto evoluímos ao reconhecermos nossas limitações e virtudes com honestidade, humildade e transparência logo, há uma forte indicação que estamos no caminho certo para protagonizarmos nossa estória de sucesso.

As estruturas organizacionais nas empresas com modelos diversos, desafiam as pessoas a se reinventarem para atender a demanda, assumir riscos e responsabilidades além disso, se não bastasse, temos que nos precaver do estresse e problemas de relacionamento tóxicos, inerente a cultura corporativa onde a alta competitividade interna acarreta comportamentos insidiosos e antiéticos, muitas vezes difíceis de serem identificados e resolvidos devido aos conflitos de interesse dos grupos isolados, isso requer uma ação mais firme e assertiva da alta direção.

Compete única e exclusivamente a nós sobressairmos de maneira austera, com mais trabalho, atualização profissional diária e sobretudo, disciplina social.

Todos são enterrados quando estão mortos, mas muitos, devido à sua preocupação neurótica com o que os outros pensam deles, são sepultados quando ainda estão vivos. – Augusto Cury

Considerações

Pegando carona na Governança Corporativa, vale ressaltar alguns princípios básicos tais como: Transparência, equidade, prestação de contas e responsabilidade corporativa, pilares complementares inerentes as empresas fomentadoras da qualidade e melhores práticas.

O dever delas é conduzir as pessoas durante a jornada de desenvolvimento para ajudar no atingimento das metas pretendidas, tais como: estabilidade econômica e social.

Este é o papel das empresas humanizadas quando elas realmente se preocupam com o ativo mais importante, o ser humano e não apenas mais um número descartável na primeira oscilação comportamental ou intempere no mercado.

Existem exceções em cada caso mas, devem ser tratadas, prioritariamente como exceções sem interferir na regra e no resultado final definido no escopo empresarial, é verdade que sozinhos vamos mais rápido e juntos mais longe entretanto, o planejamento claro e bem definido dessa jornada ao embarcamos, pode determinar o sucesso ou o fracasso do projeto, ao final, a decisão sempre caberá as pessoas.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s