A distopia da liberdade

Freepik

Um dos maiores desafios do ser humano é, de fato, encontrar a liberdade plena, algo que buscamos há muito como civilização e tentamos captar num esforço cognitivo tremendo, procurando interpretar o seu significado, sua veracidade e existência.

Esta busca incessante com intuito de comprovar e sentir este estado de independência, parece nos aprisionar cada vez mais em uma sociedade dita como moderna tecnologicamente e repleta de simbolismos de status e individualidade que, ao mesmo tempo, cerceia a privacidade e a autonomia.

Em toda a nossa existência terrena marcada pelos períodos históricos de opressão dos conquistadores e sua saga de dominação e subjugo populacional, a humanidade conseguiu encontrar um meio de desvencilhar-se do cativeiro social imposto e conquistar uma condição de dignidade e civilidade isto, é claro, após muitas batalhas e guerras para alcançar seu intento, algo irracional e inaceitável. 

Hoje podemos afirmar que todos os avanços em proporcionar direitos igualitários aos povos, ainda está muito distante do conceito real e genuíno de liberdade em sua essência libertária única de soberania individual.

Os exemplos diários de atentados contra minorias e grupos sociais que reivindicam seus direitos constitucionais, supostamente garantidos por lei sendo ignorados, reforça o discurso peremptório e clama por políticas e ações afirmativas de equidade e reconhecimento meritório, algo que parece inalcançável e utópico, apesar dos avanços neste sentido.

Ao refletirmos a respeito destas questões e procurarmos encontrar respostas e subsídios sustentáveis para um entendimento racional, podemos afirmar também, que ser livre apesar das amarras virtuais, é um posicionamento deveras emocional e, mesmo assim, pode ser exercido por qualquer um, ainda que perdurem modelos sociais pré definidos e estabelecidos.

O homem busca encontrar o mundo ideal para exercer a liberdade como entendimento filosófico entre o individual e o coletivo, entretanto, ao percorrer essa jornada, ele terá consciência que os obstáculos no caminho são na verdade, lições valiosas para a sua evolução constante e perpetuação da sabedoria que o libertará primeiramente em sua mente, moldando-o e transformando a sua essência para enfim, atingir a plenitude.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s